Congresos de GKA, [GKA ARTS 2020] Congreso Internacional de Artes y Culturas

Tamaño de la fuente: 
Almodóvar , a movida continua.
Roseli Gimenes

Última modificación: 2019-10-17

Resumen


O trabalho perpassa o cinema do espanhol Pedro Almodóvar partindo da expoente movida madrilenha com seus primeiros filmes como Pepi,Luci e Bom(1980),  até obras recentes como Dor e Glória de 2019. O objetivo do artigo é  apontar  por meio da construção psicanalítica lacaniana no que se refere à perversão como Almodóvar continua transgredindo a chamada ordem social, seja no trato que o cineasta dá às construções semânticas de suas imagens, seja na incorporação do kitsch musical e plástico, seja no corte sobre a lei que impera nos relacionamentos sexuais. As análises no que se referem ao tema das perversões são trabalhadas pela perspectiva do psicanalista Jacques Lacan, assim como a leitura de imagens é feita pelas análises semiótico-psicanalíticas de Oscar Cesarotto e Lucia Santaella.A releitura do cineasta é possível  passados 40 anos de seus primeiros trabalhos exatamente para mostrar que ele continua tão atual e transgressor social, cultural e cinematograficamente.